Mestrado em planejamento e sustentabilidade: planejamento urbano e regional (ps / URP)

Geral

Descrição do programa

Este Mestrado tem como objetivo ajudar os alunos a desenvolver uma compreensão crítica dos desafios contemporâneos de planejamento para as cidades e regiões urbanas, no contexto das alterações climáticas e as crescentes necessidades humanas. O programa é projetado para que os alunos podem confrontar-se ao conhecimento científico atualizado sobre o planejamento com seus próprios fundo e planejamento cultural experiências. Através do Mestrado, cada aluno se familiariza com as vantagens e limitações de transferência transnacional de "boas práticas" no domínio da política urbana ou regional.

Como um mestrado de investigação, este programa treina os alunos para lidar com até questões de pesquisa de data e os métodos. Ele prepara os alunos para iniciar um PhD ou assumir papéis de liderança no desenvolvimento urbano e gestão, especialmente em um contexto internacional.

Desde que foi inaugurado, em setembro de 2010, este Mestrado tem atraído uma média de 15 alunos por ano, provenientes dos países da União Europeia ou de países vizinhos da UE, mas também da América do Norte, da Ásia e do Oriente Médio.

Este Mestrado é oferecido pelo Departamento de Planejamento e Meio Ambiente da Escola Politécnica, uma das maiores escolas de planejamento na França, através de sua equipe, o seu número de estudantes de pós-graduação, ou o seu número de diplomados. O Departamento é membro da Associação de Escolas Europeias do Planejamento (AESOP) e da associação de língua francesa de escolas de planejamento (APERAU Internationale) e também ativo dentro do Planejamento Education Association Global Network (GPEAN).

O currículo interage com pesquisas realizadas pelas cidades de laboratório, territórios, Environnement, e as sociedades (uma unidade do Conselho Nacional de Pesquisa Científica e da Université François Rabelais-). Os diversos programas de investigação realizados por um de seus quatro grupos de pesquisa - a equipe de "projetos de planejamento urbano e regional, paisagem e do meio ambiente" - proporcionar o ambiente intelectual para o desenvolvimento e discussão de pesquisas individuais de cada aluno. Os cursos e temas de pesquisa oferecidos dentro deste mestrado-tronco a partir de pesquisas realizadas nos seguintes eixos: sistemas de planejamento e projetos, dinâmicas ambientais e paisagísticos, riscos e vulnerabilidades, o desenvolvimento local e regional sustentável.

O PS / URP, habilitado como Mestrado especialidade até 2018, foi reforçada em 2014 com a adição de uma nova unidade de ensino 30h: "Urban Ecossistemas Aquáticos" (coordenado pelo professor Karl Matthias Wantzen, um da Cátedra UNESCO "Cultura River" responsável ). Isso ilustra um impacto muito positivo da fusão, em abril de 2014, entre o departamento de Planejamento e do IMACOF (Ingénierie des milieux Aquatiques et des Corredores Fluviaux) departamento, após a autorização por seis anos entregue pelo engenheiro Títulos Comissão da nova especialidade em Planejamento e Engenharia do Ambiente.

Durante o primeiro semestre, o currículo é organizado em torno de 150 horas de seminários e workshops (30 ECTS). O segundo semestre é dedicado a um estágio de 5 meses (30 ECTS) de pesquisa. Ele conta com a participação de um seminários ea apresentação de cada aluno da pesquisa em andamento.

Última actualização Dez. 2015

Bolsa de estudos Keystone

Descubra as opções que a nossa bolsa de estudos pode te oferecer

Sobre a instituição de ensino

The University of Tours is a decisively European university that has established a campaign of actions within the Europe 2020 strategy, aiming to develop “smart, sustainable and inclusive growth”. Tou ... Leia mais

The University of Tours is a decisively European university that has established a campaign of actions within the Europe 2020 strategy, aiming to develop “smart, sustainable and inclusive growth”. Tours, the city of the "good life" Tours is a human-sized city . With 300,000 inhabitants, the city of Tours has the characteristic to have 40% of its people having less than 30 years old. The presence of 22,000 François-Rabelais university students is no stranger to this young population, who likes to be at the heart of the "vieux" Tours, place Plumereau. At 55 minutes from Paris by TGV, Tours has also an airport with a daily service to London. City of the "good life", its advantages are many: the sweetness of the Loire river, its many parks and public gardens, sports clubs, cultural and associative structures, its historic heritage. In 2013, the tramway will serve the urban areas of 13 km. Touraine, it is also the land of castles of the Loire: Amboise, Azay-le-Rideau, Chenonceau, Villandry and its gardens, the Clos Luce, Chinon, Langeais, Loches, Ussé. Names associated with the history of France, with its kings, the Middle Ages to the Renaissance (Louis XI, Charles VIII, François I,), but St. Martin, Leonardo da Vinci, Diane de Poitiers, Catherine de Médicis, Ronsard , Rabelais, Descartes, Balzac, Bergson. A fifty buildings are the cornerstone of Loire Valley tourism, to discover also thanks to routes of the Loire by bike. Touraine, the garden of France, also has a renowned vineyard with wine cellars and restaurants whose cuisine is in the tradition of "Gourmet meal of the French", officially registered since 2010 in the list of intangible cultural heritage of the UNESCO. Already in 2000, UNESCO chose to make the Loire Valley an area of ??major heritage by including over 250 km, as a cultural landscape, alongside the world's largest sites. The attractiveness of Touraine also passes through the dynamism of international tourism, a real estate market, which id new and old, is still doing well. Industrial partnerships established with the university also reinforce its research centers. Ler Menos