Universidade de Évora

Introdução

Leia a descrição oficial

Missão

A Universidade de Évora é uma das universidades do sistema de ensino superior público português e, por conseguinte, tem por missão

  • A produção de conhecimento através da investigação científica e artística, a experimentação e o desenvolvimento tecnológico e humanístico;
  • A socialização do conhecimento, proporcionando à população estudantil tradicional bem como à população laboral, a qualificação académica através de cursos de licenciatura, mestrado e doutoramento, de cursos de formação ad hoc e da formação informal ao longo da vida;
  • A transmissão do conhecimento à comunidade com vista à inovação e à competitividade empresarial, bem como à modernização dos serviços públicos e ao desenvolvimento social e cultural da comunidade no seu todo;
evora

Visão

A Universidade de Évora perspectiva-se relativamente à Região em que se insere, o Alentejo, elegendo-a como alvo preferencial do seu esforço de socialização do conhecimento, à Europa comunitária com a qual partilha idênticos valores humanos, culturais e científicos, às regiões vizinhas com as quais prioritariamente estabelecerá parcerias estratégicas, e aos países lusófonos aos quais procurará estender a sua missão, não esquecendo, ao mesmo tempo, que a preparação dos estudantes deve, sempre, ter em consideração o “mundo” global em que hoje vivemos.

Valores

A Universidade de Évora adopta o princípio do livre exame, tal como o definiu Henri Poincaré, na prossecução das tarefas que decorrem da sua missão

“o pensamento não se deve submeter nem a um dogma, nem a um partido, nem a uma paixão, nem a um interesse, nem a uma ideia pré-concebida, nem a qualquer outra coisa que não seja a si próprio, visto que, submeter-se, seria o mesmo que deixar de existir ”

São ainda valores intrínsecos da Universidade de Évora:

  • O respeito pela dignidade humana;
  • A liberdade académica;
  • O mérito individual;
  • O rigor na execução de quaisquer tarefas;
  • A democraticidade subjacente à decisão;
  • A ausência de discriminação social, étnica ou confessional.
evora

BREVE HISTÓRIA DA UÉ

A Universidade de Évora foi a segunda universidade a ser fundada em Portugal. Após a fundação da Universidade de Coimbra, em 1537, fez-se sentir a necessidade de uma outra universidade que servisse o sul do país.

Évora, metrópole eclesiástica e residência temporária da Corte, surgiu desde logo como a cidade mais indicada. Ainda que a ideia original de criação da segunda universidade do Reino, tenha pertencido a D. João III, coube ao Cardeal D. Henrique a sua concretização. Interessado nas questões de ensino, começou por fundar o Colégio do Espírito Santo, confiando-o à então recentemente fundada Companhia de Jesus. Ainda as obras do edifício decorriam e já o Cardeal solicitava de Roma a transformação do Colégio em Universidade plena. Com a anuência do Papa Paulo IV, expressa na bula Cum a nobis de Abril de 1559, foi criada a nova Universidade, com direito a leccionar todas as matérias, excepto a Medicina, o Direito Civil e a parte contenciosa do Direito Canónico.

A inauguração solene decorreu no dia 1 de Novembro desse mesmo ano. Ainda hoje, neste dia se comemora o aniversário da Universidade, com a cerimónia da abertura solene do ano académico.

As principais matérias ensinadas eram Filosofia, Moral, Escritura, Teologia Especulativa, Retórica, Gramática e Humanidades, o que insere plenamente esta Universidade no quadro tradicional contra-reformista das instituições católicas europeias do ensino superior, grande parte das quais, aliás, controladas pelos jesuítas.

No reinado de D. Pedro II, viria a ser introduzido o ensino das Matemáticas, abrangendo matérias tão variadas, como a Geografia, a Física, ou a Arquitectura Militar.

O prestígio da Universidade de Évora durante os dois séculos da sua primeira fase de existência confundiu-se com o prestígio e o valor científico dos seus docentes. A ela estiveram ligados nomes relevantes da cultura portuguesa e espanhola, dos quais importa ressaltar, em primeira linha, Luis de Molina, Teólogo e moralista de criatividade e renome europeu. Em Évora, foi doutorado um outro luminar da cultura ibérica desse tempo, o jesuíta Francisco Suárez, depois professor na Universidade de Coimbra. Aqui ensinou durante algum tempo Pedro da Fonseca, considerado o mais importante filósofo português quinhentista, célebre pelo esforço de renovação neo-escolástica do pensamento aristotélico.

Apesar das tentativas de modernização e abertura ao novo espírito científico, que caracterizam a Universidade setecentista, há que reconhecer, contudo, que, a exemplo da sua irmã mais velha de Coimbra, o seu esforço não se traduziu numa efectiva abertura dos espíritos às necessidades dos tempos novos. Não obstante o alto valor individual de numerosos docentes, o sistema de ensino como um todo, revelou-se desajustado e antiquado. Évora participou, assim, na tendência global de virar costas à Europa transpirenaica, que caracterizou a generalidade das elites e instituições culturais ibéricas do Antigo Regime.

Quando a conjuntura política e cultural de meados do século XVIII se começou a revelar hostil aos jesuítas, não admira que a Universidade de Évora se tenha facilmente transformado um alvo da política reformadora e centralista de Pombal. Em 8 de Fevereiro de 1759 - duzentos anos após a fundação - a Universidade foi cercada por tropas de cavalaria, em consequência do decreto de expulsão e banimento dos jesuítas. Após largo tempo de reclusão debaixo de armas, os mestres acabaram por ser levados para Lisboa, onde muitos foram encarcerados no tristemente célebre Forte da Junqueira. Outros foram sumariamente deportados para os Estados Pontifícios.

A partir da Segunda metade do século XIX, instalou-se no nobre edifício henriquino o Liceu de Évora, ao qual a rainha Dona Maria II concedeu a prerrogativa do uso de "capa e batina", em atenção à tradição universitária da cidade e do edifício.

Em 1973, por decreto do então ministro da Educação, José Veiga Simão, foi criado o Instituto Universitário de Évora que viria a ser extinto em 1979, para dar lugar à nova Universidade de Évora.

ESCOLAS, IIFA E DEPARTAMENTOS

As Escolas, compostas por Departamentos e o Instituto de Investigação e Formação Avançada são Unidades Orgânicas da Universidade

Escola de Artes

  • Departamento de Arquitectura
  • Departamento de Artes Cénicas
  • Departamento de Artes Visuais e Design
  • Departamento de Música

Escola de Ciências e Tecnologia

  • Departamento de Biologia
  • Departamento de Desporto e Saúde
  • Departamento de Engenharia Rural
  • Departamento de Física
  • Departamento de Fitotecnia
  • Departamento de Geociências
  • Departamento de Informática
  • Departamento de Matemática
  • Departamento de Medicina Veterinária
  • Departamento de Paisagem, Ambiente e Ordenamento
  • Departamento de Química
  • Departamento de Zootecnia

Escola de Ciências Sociais

  • Departamento de Economia
  • Departamento de Filosofia
  • Departamento de Gestão
  • Departamento de História
  • Departamento de Linguística e Literaturas
  • Departamento de Pedagogia e Educação
  • Departamento de Psicologia
  • Departamento de Sociologia

Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus

Departamento de Enfermagem

Instituto de Investigação e Formação Avançada

Esta escola oferece programas em:
  • Portuguese (Portugal)

Ver programas de mestrado »

Programas

Esta escola também oferece:

Mestrado

Mestrado Em Bioquímica

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

O Mestrado em Bioquímica tem como alvo principal preparar profissionais capazes de exercer funções no domínio da Bioquímica, aplicada ao ambiente, à produção e conservação de alimentos, ao crescimento e senescência animal, à saúde e à conservação e recuperação do património, em carreiras técnicas, académicas ou de investigação, dotando-os de capacidade para planear experiências, definir estratégias e executar protocolos em projetos inovadores de investigação técnica e científica. [+]

APRESENTAÇÃO O Mestrado em Bioquímica tem como alvo principal preparar profissionais capazes de exercer funções no domínio da Bioquímica, aplicada ao ambiente, à produção e conservação de alimentos, ao crescimento e senescência animal, à saúde e à conservação e recuperação do património, em carreiras técnicas, académicas ou de investigação, dotando-os de capacidade para planear experiências, definir estratégias e executar protocolos em projetos inovadores de investigação técnica e científica. Os formandos deverão obter formação avançada em: Planeamento e prática laboratorial, Bioinformática, modelação e simulação molecular; Autoaprendizagem e criação do próprio emprego, bem como pesquisa de informação aplicável à elaboração de relatórios e comunicações científicas, dirigidas a especialistas em Bioquímica ou outros. Os ensinos laboratoriais especializados decorrem em linhas de ação sediadas em institutos, centros e laboratórios de investigação (ICAAM, ICT, CQE e Lab. Hércules). SAÍDAS PROFISSIONAIS Laboratórios de análises ambientais; Indústria química e bioquímica; Laboratórios de Análises agroquímicas; Industria alimentar; Laboratórios de análises clínicas; Indústria farmacêutica; Empresas de biotecnologia; Instituições de restauro e conservação do património artístico e arquitetónico; Empresas de aplicações informáticas às ciências da vida; Administração pública regional e nacional; Gabinetes de projeto e consultoria; Ensino e laboratórios de investigação. [-]

Mestrado Em Design

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

O programa de estudos do Mestrado em Design é potenciador da autonomia científica e profissional do estudante, apostando em conhecimentos e competências fortemente alicerçados na exploração de métodos de projeto e de investigação científica. [+]

APRESENTAÇÃO O programa de estudos do Mestrado em Design é potenciador da autonomia científica e profissional do estudante, apostando em conhecimentos e competências fortemente alicerçados na exploração de métodos de projeto e de investigação científica. Este programa combina novos paradigmas do Design social, do empreendedorismo, da biomimética e da ecologia, abrangendo, potencialmente, quer a vertente de Design de Produto quer a vertente de Design Editorial, consoante o interesse específico de formação do aluno. SAÍDAS PROFISSIONAIS Os Mestres em Design ficarão aptos a integrar equipas de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (I&DT) em processos de projeto com a indústria, ateliers e serviços; integrar equipas de investigação científica, nas áreas do Design de Produto ou do Design de Comunicação, bem como em áreas afins; qualificar-se para o acesso a outros ramos de formação pós-graduada, ao nivel do 3º ciclo, ou a funções que possam exigir uma formação Superior, nomeadamente no ensino de diferentes níveis. [-]

Mestrado Em Economia

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

O curso de Mestrado em Economia visa essencialmente fornecer um conjunto de conhecimentos da área da Economia que permitam completar a formação do primeiro ciclo, potenciando assim as perspetivas de empregabilidade e de uma carreira futura dos seus alunos. [+]

APRESENTAÇÃO O curso de Mestrado em Economia visa essencialmente fornecer um conjunto de conhecimentos da área da Economia que permitam completar a formação do primeiro ciclo, potenciando assim as perspetivas de empregabilidade e de uma carreira futura dos seus alunos. O curso encontra-se estruturado em três ramos: Análise Económica, Economia Regional e Desenvolvimento Local e Internacionalização e Competitividade. O ramo de Análise Económica visa conferir competências gerais de Economia, incentivando mais diretamente a atividade de investigação e a progressão para o terceiro ciclo através de uma forte articulação com o plano de estudos do Doutoramento em Economia. Destaca-se ainda a flexibilidade do plano de estudos deste ramo, onde três das oito unidades curriculares da componente letiva são de natureza optativa. Os ramos de Economia Regional e Desenvolvimento Local e Internacionalização e Competitividade visam conferir competências que incidem maioritariamente sobre estas áreas da Economia pela via da transmissão de conhecimentos eminentemente aplicados aliados a uma sólida componente teórica. Estes ramos dirigem-se sobretudo a licenciados, que desempenhando ou pretendendo exercer funções profissionais nestas áreas, visem aprofundar a sua formação teórica e/ou atualizar os seus conhecimentos a nível académico e técnico. Nos três ramos pretende-se essencialmente: - contribuir para o desenvolvimento de competências que auxiliem a identificação, análise e resolução de problemas de índole económica; - estimular e desenvolver o interesse pela investigação de temas económicos e, consequentemente, envolver os candidatos em projetos de investigação desenvolvidos no âmbito do centro de estudos CEFAGE-UE e promover a sua progressão para programas de doutoramento. SAÍDAS... [-]

Mestrado Em Engenharia Agronomica

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

Esta formação complementa as formações agronómicas e afins de 1º Ciclo, introduzindo matérias mais ligadas à Engenharia aplicada às Ciências Agrárias, como a Hidráulica Agrícola e as Construções Rurais, e aprofundando matérias mais agronómicas nas áreas da Horto-fruticultura, Sanidade Vegetal e Biotecnologia. [+]

APRESENTAÇÃO Esta formação complementa as formações agronómicas e afins de 1º Ciclo, introduzindo matérias mais ligadas à Engenharia aplicada às Ciências Agrárias, como a Hidráulica Agrícola e as Construções Rurais, e aprofundando matérias mais agronómicas nas áreas da Horto-fruticultura, Sanidade Vegetal e Biotecnologia. O aluno ficará bem preparado para compreender os problemas tecnológicos e ambientais que se apresentam à modernização da Agricultura, sendo capaz de estudar, projetar, promover e dirigir a implementação dos sistemas e atividades que constituam as melhores soluções para uma atividade agrícola de sucesso. SAÍDAS PROFISSIONAIS Técnico de explorações agrícolas; Empresas de prestação de serviços e projetos na área agrícola; Organismos do Estado ligados à Agricultura; Organismos de Investigação Científica e Tecnológica; Ensino agrícola (técnico, profissional e superior). [-]

Mestrado Em Engenharia Informática

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

Este Mestrado complementa os conhecimentos obtidos num 1º ciclo em Engenharia Informática, oferecendo formação avançada em diversas áreas de Informática, estimulando a adaptação a novas tecnologias, desenvolvendo a capacidade para projetar produtos inovadores com recurso a técnicas atuais e fomentando a aquisição de competências como o sentido critico, a criatividade e o trabalho em equipa. [+]

APRESENTAÇÃO Este Mestrado complementa os conhecimentos obtidos num 1º ciclo em Engenharia Informática, oferecendo formação avançada em diversas áreas de Informática, estimulando a adaptação a novas tecnologias, desenvolvendo a capacidade para projetar produtos inovadores com recurso a técnicas atuais e fomentando a aquisição de competências como o sentido critico, a criatividade e o trabalho em equipa. Os diplomados têm uma formação obrigatória que incluí disciplinas das seguintes áreas: Inteligência Artificial, Sistemas de Informação e Sistemas Distribuídos e Multimédia e Gestão; que é complementada com optativas da área de informática. A Dissertação é individual e obrigatória e pode ser feita com um trabalho de investigação ou desenvolvimento na universidade ou em empresas onde se aplicam os conhecimentos e capacidades já adquiridas consolidando-as e adquirindo novas. Os nossos diplomados exercem funções profissionais nas seguintes áreas da informática: consultadoria e auditoria, gestão e desenvolvimento de sistemas de informação, gestão e desenvolvimento de aplicações e investigação e desenvolvimento. Encontram colocação em serviços públicos, empresas de desenvolvimento de software, bancos, companhias de seguro, auditoras, empresas de telecomunicações, entre outras. SAÍDAS PROFISSIONAIS Desempenho de funções nas seguintes áreas da informática: Consultadoria e auditoria, gestão e desenvolvimento de sistemas de informação, gestão e desenvolvimento de aplicações e investigação e desenvolvimento. Os formados em Engenharia informática encontram colocação em empresas de desenvolvimento de software, serviços públicos, bancos, companhias de seguro, auditoras, empresas de telecomunicações, entre outras. [-]

Mestrado Em Engenharia Mecatrónica

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

O segundo ciclo em Engenharia Mecatrónica tem como objetivo habilitar os seus alunos com 3 níveis de competências. [+]

APRESENTAÇÃO O segundo ciclo em Engenharia Mecatrónica tem como objetivo habilitar os seus alunos com 3 níveis de competências: 1.Competências gerais - Profissionalismo em Engenharia, capacidade de trabalho em equipa e de liderança; capacidade de leitura e compreensão de artigos Científicos e Técnicos; capacidade de análise de resultados; capacidade para propor novas soluções originais em contexto de desenvolvimento ou investigação; Capacidade de utilização os conhecimentos adquiridos para a resolução de problemas complexos e não familiares em contextos multidisciplinares; 2.Competências específicas - capacidade de utilizar métodos matemáticos avançados no projeto e conceção de novos equipamentos Mecatrónicos; habilitação para o desenvolvimento de equipamentos Mecatrónicos; capacidade de criar e modificar Software de simulação; capacidade de desenvolvimento e implementação de automatismos para fabricação ou ensaio de produtos industriais (integração de diferentes tecnologias, pneumática, eletrónica, visão artificial); capacidade para elaborar o planeamento do fabrico de novos produtos. 3.Competências profissionais - desenvolvimento de atividade profissional nas indústrias de projeto, fabrico e montagem, de produtos e componentes mecânicos e eletrónicos, nomeadamente a automóvel e seus subfornecedores, empresas de automação, empresas ou departamentos de manutenção, empresas de consultoria e de serviços de certificação e inspeção, atividades técnico-comerciais e atividade de pesquisa e conceção em laboratórios de investigação. SAÍDAS PROFISSIONAIS Indústrias automatizadas (Indústria Automóvel, Alimentar, Componentes, Energias Renováveis); Indústria Metalomecânica (Produção mecânica, Construção de Sistemas Mecânicos e Mecatrónicos); Consultadoria Técnico/Científica de empresas industriais; Indústria do Software de automação e simulação; Unidades de investigação e desenvolvimento (ID) em equipamentos Mecatrónicos. [-]

Mestrado Em Gestao

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

Este curso assume como principais objetivos, dotar os alunos de adequada e sólida formação científica; potenciar a capacidade de resolução de problemas; desenvolver a capacidade de argumentação. [+]

APRESENTAÇÃO Este curso assume como principais objetivos, dotar os alunos de adequada e sólida formação científica; potenciar a capacidade de resolução de problemas; desenvolver a capacidade de argumentação; Fomentar a criação do próprio emprego; estimular o raciocínio transdisciplinar; desenvolver a capacidade de investigação científica; desenvolver a capacidade de implementação e utilização das TIC de suporte à gestão; desenvolver competências no domínio da aprendizagem de modo auto-orientado ou autónomo. Tem diponíveisl as seguintes áreas de especialização (todos os anos são indicadas as que funcionam): Finanças, Marketing, Contabilidade, Organização e Sistemas de Informação, Empreendedorismo e Inovação, Sector Público Administrativo, Recursos Humanos. SAÍDAS PROFISSIONAIS Cargos de Direção Intermédia, Funções de Administração, Empreendedores, Funções de Assessoria Técnica Especializada, Funções de Gestão Pública, obtenção de ECTS para aceder aos OTOC. [-]

Mestrado Em Música

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

O Mestrado em Música visa a formar de músicos que desenvolvam uma carreira autónoma e profissional de elevado nível de exigência artística, quer a solo, quer integrados em instituições ou agrupamentos. [+]

APRESENTAÇÃO O Mestrado em Música visa a formar de músicos que desenvolvam uma carreira autónoma e profissional de elevado nível de exigência artística, quer a solo, quer integrados em instituições ou agrupamentos; desenvolver capacidades de investigação e apetências para a renovação de repertórios a nível nacional e internacional; promover as relações entre intérprete e compositor; promover a investigação segundo as normas e práticas internacionais; permitir a aquisição de competências específicas de acesso às formações superiores de 3º ciclo. Área de especialização: Composição e Interpretação e Formações específicas: Acordeão; Tuba; Bombardino; Canto; Flauta Transversal; Oboé; Clarinete; Fagote; Órgão; Cravo; Trompete; Trombone; Trompa; Guitarra; Guitarra Portuguesa; Percussão; Piano; Saxofone; Violino; Viola de Arco; Violoncelo; Contrabaixo; Jazz: Voz; Flauta; Clarinete; Trompete; Saxofone; Trombone; Guitarra; Piano; Vibrafone; Contrabaixo; Baixo Elétrico; Bateria. SAÍDAS PROFISSIONAIS Compositores; Músicos intérpretes solistas; músicos de orquestra; de Bandas ou de outro tido de agrupamento. Prepara para a carreira no ensino superior, universitário ou politécnico, em Portugal ou no estrangeiro. [-]

Mestrado Em Relações Internacionais

campus Tempo integral 2 anos October 2017 Portugal Évora

O Mestrado em Relações Internacionais e Estudos Europeus é um mestrado interdisciplinar que visa oferecer aos alunos uma análise aprofundada dos principais atores, estruturas e processos que moldam a política global. [+]

APRESENTAÇÃO O Mestrado em Relações Internacionais e Estudos Europeus é um mestrado interdisciplinar que visa oferecer aos alunos uma análise aprofundada dos principais atores, estruturas e processos que moldam a política global. Ao longo do primeiro ano, o programa de mestrado aborda os principais temas das Relações Internacionais e as perspetivas teóricas para a sua análise, dando especial enfâse ao estudo da União Europeia como sistema político e como ator num mundo globalizado. As aulas estão pensadas para respeitar um equilíbrio entre as dimensões praticas e teóricas das duas áreas core do curso, de forma a proporcionar aos estudantes um conjunto diversificado de competências essenciais tanto no nível académico como no nível profissional. O segundo ano é dedicado à redação da dissertação, permitindo aos estudantes aprofundar a investigação e aplicar os conhecimentos e as competências adquiridas a uma área das RI ou dos Estudos Europeus que seja do seu interesse e sirva as suas aspirações profissionais. SAÍDAS PROFISSIONAIS Organismos da administração pública central e local, instituições e órgãos da UE, OIG, ONG, partidos políticos, grupos de interesses, e empresas transnacionais; adminsitração pública, diplomacia, ativismo, consultadoria, análise e aconselhamento político, docência e investigação. [-]

Contacte
Local de visita
Universidade de Évora | Largo dos Colegiais 2,
Évora, 7000 PT
Media e Redes Sociais